Sunday, September 12, 2010

Politica

Tema recorrente nessa epoca. Lulistas e nao lulistas, todos tem muito o que falar neste periodo pre-eleicao, todos os dias recebo varios emails na minha caixa postal com algum candidato « engracadinho » ou inusitado que apareceu no horario politico. A verdade e que eu, nao quero ser hipocrita por isso assumo, sou um 0 a esquerda em relacao a politica. Detesto. Quando tirei meu titulo eleitoral, ao 16 anos, fiquei completamente perdida. Nao sabia quem escutar ou  como conhecer os candidatos ou se acreditar ou nao. Nao sabia por onde comecar e nao comecei!

Sem querer encontrar uma desculpa para a minha falta de politizacao, mas ja encontrando, o que me faz nao despertar nenhum interesse e a verdadeira zona que e a politica brasileira. Partidos politicos que nao significam nada, « celebridades-candidatos », corrupcao em todos os niveis, xingamentos mutuos, populismo exacerbado, nenhum plano politico atraente e povo sem memoria. Tudo isso me faz detestar politica e sim, assumo, nao faco nada pra mudar. Simplesmente voto apenas quando existe algum candidato no qual eu acredito, que me convenca que merece meu voto. Nao me interessa se votando nulo vou ajudar o candidato A, B ou C, se nao acredito em nenhum candidato, voto nulo mesmo!

Sem entrar em detalhes no sistema politico Canadense, posso dizer que aqui tambem nao e nenhum mar de rosas. Existe corrupcao, existem escadalos. Deve inclusive existir bem mais coisa do que eu, pobre leiga politica, fico conhecendo. Mas a verdade e que eu acho votar aqui bem mais facil.

Pra comecar voto nao e obrigatorio. Sim, isso e uma faca de dois gumes, mas ao mesmo tempo o eleitor nao se sente forcado, como eu a ter que escolher um cadidato mesmo nao acreditando em nenhum. Segundo, o sistema politico e bem estratificado: cada municipalidade elege o seu prefeito. Terceiro, os candidatos sao normalmente pessoas conhecidas na municipalidade, que tem um historico, ja participou de algum movimento, ja ocupou algum cargo (politico ou nao), resumindo, ja fez algo por aquela municipalidade. Aqui nao surgem candidatos do nada. Celebridades (??) nao sao candidatos, como Tiririca, Netinho ou a mulher-pera.

Eu ainda nao tenho direito de voto aqui (apenas depois da cidadania), mas assumo que vou votar com bem mais consciencia do que votaria no Brasil. E nao digo isso baseada no fato de que aqui existe menos corrupcao, ja disse e repito, existe corrupcao, existem escadalos. Mas pelo menos nao precisamos pesquisar a vida de 500 candidatos a deputado, 90% dos quais  nao valem nem a pena ser pesquisados...

3 comments:

Mariana Tiné said...

Se eu pudesse votaria em Tiririca, pois, "pior que tá não fica!!"

Cada uma que a gente tem que escutar por aqui nessa época!!

=P

Tenho fé que as coisas aqui um dia irão mudar, e eu voltarei do canada com meus filhos pra morar aqui!!

kkkkkkkkkkkk

Vanessa said...

Chegar no Brasil ao nível de civilidade daí... em todos os aspectos: um sonho!

ana tiné said...

Difícil não é, minha filha,
construir uma democracia? Sua mãe é do tempo da revolução, vc sabe, que viu Caetano, Chico Buarque, Egídio Ferreira Lima serem expulsos do país ou ter mandato cassado.Dificil comparar qual o pior período da história brasileira.Não sei se estamos caminhando para uma democracia já que a a corrução e a imoralidade política e dos políticos está escancarada,coisa que antigamente era impossível de se saber,pois música como "A Banda" e tantas outras expressões culturais foram censuradas.Será que a exposicão contínua da sem-vergonhice reinante não esta formando cabeças pensantes que ficam indignadas com tamanha roubalheira?Já apostei em Lula,embora tenha preferido presideniáveis como Fernando Henrique ou um Mário Covas.Hj ando NUlista sem opção até o momento, mas continuo acreditando no Brasil.Bjos.